Pesquisa médica revela que a espermidina retarda o envelhecimento e combate depressão

Sexo oral = mais saúde?!

Parece mais matéria de tabloide. Mas é justamente isso que uma pesquisa médica recente acaba de comprovar. Dois cientistas austríacos estavam em busca do segredo da longevidade e acabaram encontrando. A resposta, no entanto, os pegou de surpresa. Acredite se quiser, mas o esperma guarda a chave!

O amor é saudável e deixa as pessoas mais jovens. Frank Madeo e Tobias Eisenberg, pesquisadores da Universidade Karl Franzens, em Graz, finalmente têm a prova. Eles compararam resultados de 6 países e o que descobriram é inacreditável.

combate-envelhecimento-depressao1

A palavra mágica é: ESPERMIDINA! A substância é encontrada em grandes quantidades no sêmen. Entre outras funções, ela tem propriedades singulares que, além de reparar células danificadas, ainda retardam o processo de envelhecimento. Se não bastasse isso, a espermidina também pode ser usada no tratamento de ansiedade e depressão.

espermidina-destaque

Até a publicação desta última pesquisa, sabia-se apenas que o sêmen era rico em vitaminas e proteínas. Mas os resultados obtidos pelos pesquisadores austríacos têm causado furor na comunidade científica. Com base nesses achados, especula-se agora que a espermidina possa ser usada também na luta contra doenças como mal de Alzheimer e Parkinsons.

combate-envelhecimento-depressao2

Eisenberg, um dos responsáveis pela pesquisa, diz: “Parece que nós realmente encontramos o Santo Graal da pesquisa antienvelhecimento. Um achado incrível, que pode beneficiar toda a humanidade!” Para os menos aventureiros lendo esta matéria, além do esperma, a espermidina também está presente em alimentos como a soja, a toranja e os cereais, ainda que em concentrações bem menores.

combate-envelhecimento-depressao3

Mas para os românticos de plantão, não é nenhuma novidade: o amor continua sendo o melhor remédio!

combate-envelhecimento-depressao4

É sabido que o sexo faz com que as pessoas sintam-se mais jovens e bem-dispostas. Mas que ele possa ter efeitos a longo prazo sobre a saúde é realmente uma descoberta e tanto. O resultado da pesquisa é unânime: esperma faz bem à saúde!

Add Comment