O que é o procedimento que deixa marcas bizarras no corpo de atletas como Phelps?

marcas-roxas-atleta-cupping-destaque

Nas Olimpíadas de 2012, a “moda” era usar fitas coloridas – chamadas de kinesio taping – aderidas ao corpo para estabilizar músculos e articulações. Mas agora, nos Jogos do Rio, os atletas estão aparecendo com manchas roxas na pele em formato de círculo. A causa dessas marcas é um procedimento específico para melhorar o desempenho no esporte. Conheça-o a seguir.

Cupping: técnica deixa marcas vermelhas no corpo de atletas

A técnica que está sendo usado pelo nadador norte-americano Michael Phelps, seu conterrâneo ginasta Alex Naddour e outros atletas participantes dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro se chama cupping e foi descrita pela primeira vez no Egito em 1.550 antes de Cristo.

Como é feito

Considerado uma terapia alternativa, o cupping pode ser feito com pequenos copos de vidro, bambu ou cerâmica que são aplicados sobre a pele por alguns minutos fazendo uma sucção e deixando uma marca vermelha quando retirados.

Existem dois tipos de cupping: o seco, feito apenas com os copos, e o úmido, em que, além da sucção, ocorre um sangramento “medicinal”. Em ambos os métodos, o terapeuta coloca uma substância inflamável dentro do copo e ateia fogo. Assim que a chama se apaga, esgotando o oxigênio de dentro do recipiente, o copo é colocado sobre a pele e faz o vácuo.

tecnica-de-cupping

Para que serve

Algumas das promessas do cupping, ainda sem comprovação científica, são tratar acne e câncer. Os atletas, por sua vez, estão usando o método com o objetivo de aliviar a dor e acelerar o processo orgânico de reparação das lesões, outro benefício ainda não comprovado mas vantajoso de acordo com quem usa.

Em entrevista ao jornal norte-americano USA Today, Alex Naddour disse que o cupping é o segredo que o manteve saudável. “É melhor do que qualquer outro método em que eu já investi meu dinheiro”, contou.

alex-naddour-ginastica

Michael Phelps também já usa o método faz tempo. Essa foto foi postada em 2015:

Nas Olimpíadas de 2016, ele pode ser visto com as marcas:

michael-phelps-olimpiadas-2016

A nadadora norte-americana Natalie Coughlin, que esse ano não veio às Olimpíadas, também é adepta:

Cuidados e contraindicações

Antes de fazer o cupping, é importante consultar um médico de confiança e um terapeuta que conheça a técnica. O método não deve ser feito em regiões onde a pele esteja machucada, haja uma trombose, uma artéria ou seja possível sentir a pulsação.

Mulheres grávidas ou menstruando e pessoas com fraturas e espasmos musculares devem evitar o cupping. Pacientes com câncer metastático também não devem realizar o procedimento, porque já estão com o organismo e a contagem celular debilitados por conta de outros tratamentos, como a quimioterapia.

Deixe seu Comentário:

comentários