Cão à beira da morte leva sua dona ao altar. Comovente!

Kelly O’Connell, uma veterinária do Colorado, EUA, estava se preparando para celebrar o dia mais feliz de sua vida: o dia do seu casamento. Além do noivo bonito, havia mais alguém que a presença naquele dia era essencial: seu amado cachorro e melhor amigo, Charlie. Ela o havia adotado quando ela tinha 19 anos, quando o labrador preto, naquela época um filhote, tinha sido abandonado em um carrinho de compras durante o inverno. Desde aquele dia, os dois ficaram juntos nas horas boas e ruins. Mas depois de uma vida feliz com Kelly, Charlie estava com 15 anos e sofrendo com um tumor no cérebro.

Kelly sabia que ele não tinha mais muito tempo de vida.

“Eu já tinha marcado um dia para alguém vir até minha casa e nós o sacrificarmos uma semana antes do casamento”, explicou Kelly. “Ele tinha tido cinco convulsões e nós estávamos tipo: Isso jé é demais, eu não quero mais isso para ele”. Eventualmente, era quase como se ele dissesse, ‘não, eu quero ver isso’. Ele melhorou. E então, no grande dia de Kelly …

O seu amigo de quatro patas não saiu de perto dela por um minuto sequer e a acompanhou até o altar.

Mas após a cerimônia, o cachorro estava muito fraco para caminhar de volta.

A irmã de Kelly, Katie, que era madrinha do casamento, pegou o cachorro no colo e o carregou.

Depois, a noiva enterrou o rosto no pelo dele e abraçou Charlie com força. “Você conseguiu, amigo, você conseguiu”, ela sussurrou para ele repetidamente. Todos os convidados ficaram com lágrimas nos olhos.

Eles sabiam que este era um dos últimos momentos que Kelly teria com seu melhor amigo.

Uma semana depois, Charlie morreu tranquilamente. O que fica são 15 anos de lembranças maravilhosas de um cão amável e gentil, assim como estas fotos muito especiais do casamento. Charlie significou tudo para Kelly. Reavaliando a decisão dela, ela disse:

“Quando eu vejo as fotos, especialmente a que as flores estão ao redor dele, eu acho que ele está tão feliz naquelas fotos. Eu penso comigo mesma, apesar do sentimento de dúvida de que tenha ido longe demais, ou que eu o tenha forçado a permanecer aqui para este casamento, ver essas fotos me faz pensar que ele queria ver aquilo, nossa união, e ver a mãe dele ficar bem, eu acho.”

Nessas fotos, você vê não apenas o transbordamento de emoção que todos estavam sentindo naquele dia, mas também o amor profundo entre este cachorro e sua dona. Que comovente que esses dois puderam compartilhar este importante momento juntos depois de tantos anos de companhia.

Descanse em paz, Charlie.

Deixe seu Comentário:

comentários