Brinquedo Viking é encontrado na Noruega

Aprender a saquear a França medieval e assistir a cursos sobre mitologia nórdica sem dúvida eram atividades importantes na rotina escolar de bebês Vikings. Mas as crianças norueguesas de mil anos atrás também tinham tempo para brincar, e ganhavam dos pais barquinhos de madeira esculpidos à mão.

O barquinho de brinquedo sobreviveu por mil anos no interior de um poço de água na comuna de Ørland – um vilarejo idílico de cinco mil habitantes na costa da Noruega – e foi encontrado por arqueólogos em companhia de outros fragmentos valiosos para estudar o cotidiano da época. Saiba mais!

Por volta de 1028 d.C., por razões desconhecidas,  os agricultores do local soterraram a fonte, o que evitou a decomposição das peças que haviam caído lá dentro e criou, sem querer, uma espécie de cápsula do tempo. Com a proa alta típica das embarcações Vikings e um orifício no centro do casco para encaixar o mastro, o brinquedo atesta a influência das navegações de longa distância no imaginário popular da época.

“O barquinho diz muito sobre as pessoas que viveram ali”, afirmou Ulf Fransson, líder da equipe da Universidade de Ciência e Tecnologia da Noruega (NTNU). “As crianças dessa fazenda podiam brincar, elas tinham permissão para fazer algo que não fosse trabalhar nas plantações e ajudar os pais.” Segundo os estudiosos, o local não fazia parte das principais rotas de comércio e, portanto, não era conhecido pela sua prosperidade econômica. E, mesmo assim, a presença da escultura mostra que os adultos tinham tempo para entalhar uma peça de madeira como essa para seus filhos

Deixe seu Comentário:

comentários